[ A volta do blog moleque, da arte malemolente de blogar ]

Não sei se vocês viram, mas eu vi e gostei muito do texto do Webinsider - "Dez sugestões para uma filosofia blogueira".
São sugestões que, de tão simples, nos faz pensar: -"Pãtcha que la mierda, porque eu não fiz isso antes"
As 10 sugestões resumem bem o que eu entendo que deveria ser um blog. Uma maneira de passar uma informação sem o comprometimento com o "formalismo" e a falta de opinião dos grandes portais, jornais, revistas e afins. Tudo lá é muito sério, sisudo, engessado demais; os blogs são diferentes, no meu blog, William Bonner não teria vez.

Blogueiros tem uma tendência a serem engraçados, irônicos e sarcásticos, esta é a blogagem moleque, a blogagem arte (obrigado Argh, lemòn), que ironiza a si e aos outros.
Não tem nada mais legal do que ver uma quebrada de gelo em uma noticia, ou artigo que não teria graça nenhma, e talvez você nem fosse ler se estivesse escrito de outra forma. É bom quando entramos nos comentários de um artigo e damos de cara com uma galera que gera uma discussão legal acerca do assunto, com gracejos, ironias e sarcasmos que só é peculiar aos blogueiros e comentaristas de blog, porque eu vejo uma diferença gritante entre comentaristas de portais e comentaristas de blog. Blog é mais democrático, você pode falar e, concordando ou não com o tema e opiniões, a sua será respeitada, nos portais, sua opinião é apagada sem dó nem piedade.
Se levarmos a sério estas 10 sugestões simples que o Gilberto Alves deu no Webinsider, teremos nossa blogosfera (eita nomezinho feio) mais saudável e evoluindo sempre. Simples como a vida deve ser.
E vamos lembrar de outra coisa, monetizar é bom, mas se for só isso, não adianta, seu blog vai afundar, e você como capitão, vai junto.

Compare os preços dos livros:
Blog: Comunicacao e Escrita Intima na Internet
Blogs! Seja Um Editor na Era Digital
Blog Corporativo

1 Comentarios:

Grb!n disse...

Claro que tb há blogs 'sérios' ou pelo menos blogueiros com certa credibilidade em assuntos mais técnicos, porém é indispensável o lado irônico e aquele gracejo dentro dos textos, e na minha opinião é essa a diferença dos blogs para os portais. E se fosse tudo igual, pra que ainda existiriamos? E viva a blogagem malemolente..

Ultimos Posts